sábado, 28 de dezembro de 2013

Abrindo uma Conta no Exterior

Como disse anteriormente, na minha humilde opinião, os principais requisitos para alguém que quer investir no exterior são: ter (bastante) tempo pra explorar o novo mundo, e ter pelo menos USD 30k para poder enviar de cara, na abertura da conta (esse valor depende da corretora).
Uma vez decidido e satisfeitos os pré-requisitos, o primeiro passo para começar a investir no exterior é escolher a corretora. A abertura é relativamente simples e pode ser toda feita online.
Estou me limitando apenas a corretoras americanas, e existem bons motivos pra você não querer mais do que isso. Cito dois deles:

- Listagens duplas (ações de outros lugares que também são listadas nos EUA, como nossas petrobras, vale, itaú, etc.). Você pode comprar Toyota e Shell nos EUA, apesar de elas serem listadas em Tokyo e Londres/Amsterdã.
- O maravilhoso, fantástico, sensacional e incrível mundo dos ETFs. Existe uma infinidade de ETFs nos EUA com ações europeias e asiáticas. Através deles, você pode até comprar títulos da dívida do Vietnã ou ações da Nigéria. Precisa ir mais longe que isso?

Escolher a corretora é uma grande chatice inicial, mas compensa a pesquisa. Uma lista +- delas com reviews pode ser encontrada aqui. Pesquisem.
Duas coisas vão ficar evidentes logo de cara: várias corretoras não aceitam estrangeiros nem explicitam quando for o caso, e as tarifas para operações são maiores que as das corretoras daqui. O jeito é mandar e-mail e perguntar pra qual você interessa. A regra geral é a mesma daqui: quanto mais barato, mais impessoal o atendimento. O número de grandes corretoras também parece ser menor que o daqui. As maiores/populares corretoras são Fidelity, Scotttrade, etrade, TD Ameritrade e Schwab.  Logo de cara elimine a maior: Fidelity não aceita estrangeiros. Se a memória não falha, todas essas outras aceitam, apesar de não explicitarem no site. Não bastasse ter que escolher a corretora, cada uma oferece vários tipos de contas. Não conheço os detalhes das contas tipo IRA, Roth, mas sei que são para aposentadoria. Procurem a conta Individual ou coisa semelhante. Agora, tem que escolher o plano. Aí entra a parte do valor mínimo de USD30k. Algumas corretoras exigem apenas 1k para abertura, porém a conta fica limitada, muitas vezes apenas ao velho buy&hold e a poucos trades por semana. Permissão para short, opções, etc., em geral, vem com um depósito de pelo menos USD 25k, variando entre elas. Daí, basta seguir o protocolo, inserir os dados e preencher o W-8BEN (formulário da receita america, IRS, para estrangeiros que não exercem atividade econômica lá).
Agora, basta ativar a conta fazendo uma ordem de pagamento para corretora. Para executar essa operação, eu tive que informar a origem do dinheiro (para isso entreguei uma cópia da minha declaração de IR do ano anterior), e fazer uma declaração explicando o objetivo da transferência ("investimento de curto ou longo prazo em bolsa"). Acabei fazendo essa transferência através da própria corretora que uso pra bovespa, que também é corretora de câmbio, pois a mesma cobrava mais barato que os bancos que procurei, tanto na tarifa da operação quando na cotação do dólar. É legal que, feito esse depósito, não tem burocracia. Pode shortear e operar opção descoberto sem dó.

Agora é só alegria!

PS: certamente isso está longe de - nem pretende - ser um manual para todo o processo. Analisar as opções consome bastante tempo. A medida que mais dúvidas e informações minhas ou de outros colegas forem aparecendo, eu vou editando o post. Quem sabe no futuro isso aqui não se torna uma referência?

15 comentários:

  1. Ja se abriu uma luz. Agora eh juntar os 30k hehehe
    E quem sabe a gente nao comeca a discutir papeis da SP500 ou Nasdaq daqui em breve.
    Obrigado pelas explicacoes.
    I.O

    ResponderExcluir
  2. Explica no próximo post mais detalhes sobre o envio da grana e os custos envolvidos.

    ResponderExcluir
  3. Investidor internacional

    Gostei do seu blog. Muito interessante. Também estou no caminho dos trades offshore. Te adicionei no meu blogroll. Me add aí.

    De toda forma, diga-nos quais são os custos incorridos com a taxa de custódia (se existir) e com a compra ou venda dos ativos. Dessas corretoras listadas qual que você abriu sua conta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ops... Esqueci de te informar o meu link:
      traderlusitano.blogspot.com

      Excluir
  4. Muito interessante, vou acompanhar. Bom ano novo!

    ResponderExcluir
  5. Internacional

    estamos precisando aprender mais contigo. Cadê vc?

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o post. Conhecimento como o teu só vem a agregar a nossa blogosfera de finanças!

    Te adicionei ao meu blogroll.

    Lambida do Poney !

    ResponderExcluir
  7. Investidor internacional, como fica a questão do IRS, o internal revenue service, precisamos pagar impostos nos USA quando fazemos uma venda com lucro (ganho de capital) ou devemos fazer aqui para a Receita Federal brasileira ?

    E os dividendos recebidos de empresas americanas em nossa carteira, elas são taxadas ?

    Acredito que este aspecto é muito importante para evitar problemas futuros.

    ResponderExcluir
  8. Meus colegas, perdoem a falta de atualização!
    Estarei retomando os posts o mais breve possível!

    Respondendo ao Anon acima, seus dividendos são diretamente taxados na fonte, em 30%. Isso é verdadeiramente broxante. Estou cogitando inclusive a testar minha sorte e vender o papel antes de ficar ex e recomprar logo depois, ficando exposto ao overnight rsrs. Isso porque os trades em si não tem imposto nenhum! Você tem que pagar os impostos pra receita brasileira, na mesma tarifa de 15%. Pretendo fazer um post inteiro sobre isso, ok?

    ResponderExcluir
  9. Investidor, obrigado pela resposta sobre o IRS. Retorne a postar. Aguardo um post sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela ideia do blog, com grande diferencial.

    Aguardo mais informações sobre a tributação, em especial sobre o IRPF.
    Ouvi dizer que é um saco declarar ganho de capital no exterior. É verdade?

    Esse é o principal ponto que me desestimula a abrir uma conta de investimento no exterior.

    Já no que se refere ao fato de vc ter que pagar IRS, não seria mais negócio vc abrir a conta em um paraíso fiscal, como na ilha de Jersey? A Ativa Corretora mesmo possui uma subsidiária no Uruguai que permite / intermedia a abertura da conta.

    É isso, no aguardo de mais posts.

    ResponderExcluir
  11. R.I.P.
    Mais um blogueiro que é espuso da Bolsa.
    Descanse em paz.

    ResponderExcluir
  12. O caminho é este mesmo . Mais informações acesse a Consultoria forex free ( cortesia ) https://sites.google.com/site/luizvasconcelosforex/

    ResponderExcluir
  13. O caminho é este mesmo . Mais informações acesse a Consultoria forex free ( cortesia ) https://sites.google.com/site/luizvasconcelosforex/

    ResponderExcluir
  14. O caminho é este mesmo . Mais informações acesse a Consultoria forex free ( cortesia ) https://sites.google.com/site/luizvasconcelosforex/

    ResponderExcluir